20/05/2013

Carolyn Zane - Os sete desejos


Sabrina 960 - Ela queria um marido... e tudo que conseguiu foram sete desejos... e um homem proibido!

Milla Douglas abriu uma garrafa velha e, momentos depois, um atraente desconhecido, chamado GT, lhe prometia realizar sete desejos.

Por isso, Milla pediu ao gênio que a ajudasse a encontrar o homem ideal... para em breve descobrir que ele estava ali mesmo, a seu lado! GT era tudo com que Milla sempre sonhara. Tinha as qualidades para ser um marido perfeito, com exceção... da disponibilidade! Pois o belo e charmoso realizador de sonhos desapareceria ao badalar da meia-noite, a menos que Milla conseguisse encontrar um meio de usar seu último desejo para tornar possível casar-se com ele!

O QUE ACHEI:
Como os livros de banca da geração "intermediária" (do 750 até  o número 1314) essa historinha é engraçada, leve e quase sem nenhuma dramaticidade ou suspense - o que só vai começar a ocorrer nos números mais recentes dessas coleções (julia, sabrina ou Bianca). Por isso, só leia se você realmente gostar de matar o tempo com histórias aguadinhas mas curiosas. O que é o caso dessa.


Como não me interesso por histórias melosas e sem profundidade, só pego livrinhos desse tipo que tenham algo de "diferente". Para aquelas primeiras edições de livros femininos, os temas "sobrenaturais" ainda eram uma novidade... E esse aqui, onde uma mulher encontra uma garrafa com um gênio dentro, é exatamente assim.

Milla está um pouco triste, porque não tem um namorado, e seu futuro parece meio cinza e sem graça. E durante um passeio na praia, encontra a tal garrafa, que, por seu feitio exótico, chama sua atenção. Quando ela tenta limpar - seguindo a linha de historinhas árabes sobre os "gênios nas lâmpadas" - eis que lhe surge o rapaz, ou melhor, o gênio.



É uma história curiosa, leve, engraçada até. As complicações surgem quando ela tentar fazer dele, do gênio, o homem da sua vida. Eu daria nota 7,0.

2 comentários:

  1. Esse livrinho e muito fofo,adorei! Li quando tinha 16 anos e nunca mais esqueci.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, rss. Para hoje em dia, esses livros parecem muito infantis, mas na época eram um sucessão. :D

      Excluir

Comente! Os bons comentários são os alimentos dos blogs...