14/10/2012

Filme - Sem Limites


Eddie Morra (Bradley Cooper) sofre de bloqueio de escritor. Um dia, ele reencontra na rua seu ex-cunhado, Vernon (Johnny Whitworth), que lhe apresenta um remédio revolucionário que permite o uso de 100% da capacidade cerebral. O efeito é imediato em Eddie, pois ele passa a se lembrar de tudo que já leu, ouviu ou viu em sua vida. A partir de então ele consegue aprender outras línguas, fazer cálculos complicados e escrever muito rapidamente, mas para manter este ritmo precisa tomar o remédio todo dia. Seu desempenho chama a atenção do empresário Carl Van Loon (Robert De Niro), que resolve contar com sua ajuda para fechar um dos maiores negócios da história.

Ano: 2011
Dirigido por: Neil Burger
Gênero: Suspense - drama - comédia
Nacionalidade: EUA

O QUE ACHEI:


O filme é classificado como suspense, mas tem muitos momentos cômicos e alguns, dramáticos. Filme excelente, tem um quê de ficção científica também, no que tange à droga miraculosa, que transforma um ser humano comum de Q.I. médio, numa espécie de gênio multifacetado.
Adorei, principalmente no início da transformação de Eddie. Este é um jovem quase fracassado, que perdeu a primeira esposa, perdeu o emprego, perdeu a namorada e... está em vias de perder as chances como escritor.

 Eddie antes da droga...

Eddie depois da droga...



Eu achei simplesmente fantástica a ideia-mestre do filme: Como seria o ser humano, se lhe fosse possível usar 100% do seu cérebro? Dizem por aí que não chegamos a usar nem 10% do mesmo. A gente fantasia com a ideia, se imagina no lugar de Eddie e logo em seguida, você embarca nas aventuras dele que, pra variar, não serão apenas mares de rosas... É claro, os indefectíveis vilões hollywoodianos não faltam nesse filme. E Eddie terá de usar seus novos 'poderes' cerebrais para enfrentar os inimigos, que estarão no seu rastro e atrás da miraculosa droga.

Um filme muito bom, no qual você ri, fantasia e torce pelo herói.
Nota 9,0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Os bons comentários são os alimentos dos blogs...