13/09/2012

(Colton 1) Kasey Michaels - Adorado Lobo




River James considerava os Colton como seu próprio sangue, tanto como seus ancestrais índios. Havia sido joe Colton quem tinha tirado do inferno aquele jovem e lhe havia dado o paraíso: um lar, uma família e um futuro. Mas todo paraíso tem sua Eva. Nesse caso, esta era Sophie, a adorada filha de Joe.
River estava desconcertado pela incrível atração que sentia por ela, assim, que havia decidido que o mais conveniente seria evitá-la. Mas Sophie tinha voltado uma mulher feita e mais bela do que nunca... ainda que detrás desta beleza se escondesse uma enorme tristeza que River conhecia muito bem.
Estava seguro de que poderia ajudá-la, o que não sabia era se depois poderia se poderia protegê-la dele.

O QUE ACHEI:
Na verdade, a história da grande família Colton começa aqui, com esse livro.
Quando iniciei a série, iniciei por esse livro (nem sabia que tinha mais 2 livros antes desse, que a Harlequin não publicara, mas sim a Nova Cultural).
E até que gostei! É uma história cheia de conflitos, com dois núcleos-enredo. O principal (a história que dá nome ao livro) e o secundário, ou pano de fundo. Ou história-mestra. Funcionando mais ou menos como uma novela da Globo, com diversos personagens e histórias paralelas, a história dos Colton é basicamente a vida de Joe Colton, o patriarca do clã. Esse homem mora na Califórnia, com a esposa Meredith e vários filhos, naturais alguns, adotivos outros.

 

Meredith é (ou era...) uma mulher generosa, gentil, carinhosa. E assim, resolveu usar um pouco da enorme fortuna dos Colton para adotar várias crianças pobres e abandonadas, dar-lhes carinho e uma família amorosa.

Houve, porém, um acidente, quando Meredith foi atropelada, junto com a filhinha Emily, de 10 anos. Depois que se recuperou desse acidente, Meredith nunca mais foi a mesma... Seu comportamento mudou radicalmente. De carinhosa e amorosa, passou a ser fria e insensível. Deixou de dar atenção ao marido e aos filhos. E para o cúmulo do absurdo, ela ainda o trai com o cunhado, Graham (irmão de Joe), de quem teve um filho. Esse é o maior mistério da história, que o leitor vai acompanhar como pano de fundo, enquanto se entretém com os romances (histórias menores, mais melosas) que darão título aos livros.

O primeiro desses títulos é "Adorado Lobo" de Kasey Michaels (a série é multiautores).
Sophie, filha natural de Meredith e Joe Colton, estava noiva de um rapaz arrogante e metido a chique, que veste Armani e frequenta alta roda. Um acidente numa noite porém, parece que poria fim a esse relacionamento. Sophie sofre uma tremenda agressão, que a deixa desfigurada, com uma grande cicatriz no rosto.

Deixa Nova Iorque e volta para a casa dos pais, na Califórnia. Ou seja, para o rancho dos Colton, onde vai rever River James, um belo exemplar de mestiço, filho de um branco com uma índia, que foi seu amor de infância. River, tanto quanto Sophie, guarda mágoas e medo da rejeição, traumas remanescentes da infância infeliz.
 
COWBOY by wolveskeeper
   
A história do livro é basicamente essa: Em cima dessa, e como pano de fundo a história do drama de Joe - que sofre com o comportamente estranhíssimo de Meredith, que parece outra mulher - é construída uma boa trama, que daria uma minissérie ou novela brasileira perfeita.

Eu gostei do romance River-Sophie, mas o que me fascinou mais ainda foi o drama de Joe. E dentro da família ainda tem outros personagens, como Emily, a filha que Meredith tanto amava e que hoje é simplesmente ignorada por esta. Tem os demais filhos de Joe, sobrinhos e o irmão Graham (que no fundo o odeia).

Vai haver uma conspiração (não direi de quem, para não criar spoiler) para matarem Joe Colton bem no dia do seu niver... Hum, isso tem gosto de dramalhão brasileiro e das boas (e antigas) novelas da Globo, daquelas que não se fazem mais.

 


Só posso dizer que o final é bem interessante, mas que a história continuará, mesmo após Sophie e River. Pois Meredith continuará mostrando suas temíveis garras e Joe continuará com uma faca sobre o pescoço até... até que algum bom detetive descubra quem o quer morto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Os bons comentários são os alimentos dos blogs...